Agente penitenciário morre em acidente na Raposo Tavares

iFronteira | Cadastrada em: 17/08/2013 às 14:13:12 | Atualizada: 17/08/2013 às 14:13:12

Funcionário se deslocava para o trabalho na P1 de Presidente Bernardes quando colidiu com caminhão o veículo que dirigia

Agente penitenciário morre em acidente na Raposo TavaresAgente penitenciário morre em acidente na Raposo Tavares

O agente penitenciário Carlos Alberto de Francisco, de 48 anos de idade, morreu vítima de acidente de trânsito ocorrido neste sábado (17), por volta das 6h10, na altura do km 580 da Rodovia Raposo Tavares, no município de Presidente Bernardes. Segundo a Polícia Rodoviária, a vítima faleceu no local, diante da gravidade dos ferimentos.

O agente, que morava em Presidente Prudente, se deslocava para o trabalho, na penitenciária 1 (P1) de Presidente Bernardes. O veículo Pegeout 207 que ele conduzia, com placas de Presidente Prudente, no sentido Álvares Machado-Santo Anastácio, teve uma colisão transversal com um caminhão de Marechal Cândido Rondon (PR). Conforme a polícia, o motorista do caminhão nada sofreu.

O presidente do Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária do Estado de São Paulo (Sindasp), Daniel Grandolfo, lamentou a morte do funcionário da P1 de Presidente Bernardes. Segundo o sindicalista, quatro agentes já perderam a vida em acidentes de trânsito nas estradas no Estado de São Paulo nos últimos dez dias.

“Estamos bastante sentidos com o que ocorreu. Existem agentes que precisam viajar todos os dias para trabalhar, o que é um problema sério e mais um risco para a profissão”, afirmou Grandolfo.

Segundo ele, por ano, em torno de 20 a 30 agentes penitenciários, em média, morrem no Estado vítimas de acidentes nas rodovias em virtude dos deslocamentos para o trabalho.

Melhor visualizado 1024x768