Após passar mal, mulher de 40 anos muda hábitos e perde 20 kg: 'renasci'

G1 Bem Estar | Cadastrada em: 03/11/2012 às 15:20:56 | Atualizada: 03/11/2012 às 15:20:56

Sandra, de Tapiratiba, em SP, mudou a alimentação e entrou na academia. Ela saiu dos 84 kg para os 64 kg e teve grande melhora na saúde.

Após passar mal, mulher de 40 anos muda hábitos e perde 20 kg: 'renasci'Após passar mal, mulher de 40 anos muda hábitos e perde 20 kg: 'renasci'

Há um ano, Sandra Maria Passos Magalhães, de Tapiratiba, no interior de São Paulo, chegou em casa após o trabalho e sentiu muita falta de ar e formigamento intenso nos braços. “Achei que estava tendo um infarto”, lembra a telefonista.

Na época com 84 kg, ela decidiu usar o episódio como um estímulo para iniciar uma mudança que vinha adiando há muito tempo.

“Não tinha noção de que estava muito acima do peso. Naquele dia, me dei conta que estava sendo prejudicada”, avalia. Sandra mudou completamente sua alimentação, entrou na academia e começou uma rotina regrada, o que a fez sair dos 84 kg para os 64 kg. “Eu renasci. Usava roupas de tamanho 50 e passei para o manequim 38/40”, conta satisfeita.

Cansada de tantas tentativas fracassadas de perder peso, ela relata que a mudança de cabeça foi determinante nesse processo. “Eu me conscientizei que tinha que mudar e, por isso, consegui”, analisa. Com a mente no lugar, determinação e força de vontade, ela iniciou sua luta para mudar seus hábitos e adotar uma vida saudável.

O primeiro passo foi adquirir o hábito de se alimentar a cada 3 horas e fazer substituições na dieta: os pães brancos deram lugar aos integrais, o arroz branco também deu lugar ao integral, as carnes gordas foram trocadas pelas carnes magras e o refrigerante perdeu espaço para a água. “Minha alimentação era totalmente errada. Eu só almoçava, beliscava o dia inteiro e não tinha hábito de comer frutas”, lembra.

Ela trocou todos os alimentos na dieta e passou a levar uma vida disciplinada, sem excessos e com limites (Foto: Arquivo pessoal)Ela trocou todos os alimentos na dieta e passou a levar uma vida disciplinada, sem excessos e com limites (Foto: Arquivo pessoal)

Por causa do trabalho como telefonista, grande parte do dia de Sandra é sentada. “Mesmo depois de chegar em casa, eu ia do sofá para a cama e da cama para o sofá. Além disso, quando chegava, comia dois pães brancos com presunto e queijo”, conta. Por ficar parada por muito tempo na mesma posição, ela começou a sentir as pernas inchadas, incômodo que desapareceu após seu emagrecimento.

“Sentia muita queimação no estômago também, não podia comer uma banana. Hoje não sinto mais nada”, diz. Para se manter firme na mudança, Sandra envolveu toda a família. “Em casa, todo mundo mudou também. Minha filha entrou na academia comigo, isso foi um incentivo para continuar”, avalia.

Com a companhia da filha, ela passou a se exercitar três vezes por semana, intercalando atividades aeróbicas com musculação. “Já tinha tentado começar na academia várias vezes, mas não consegui em nenhuma delas porque minha cabeça não tinha mudado”, afirma.

Sandra foi incentivada também por histórias mostradas no Bem Estar, de pessoas que mudaram a vida e conseguiram emagrecer. “Achava que não tinha condições de perder peso, mas posso afirmar com orgulho que venci”, diz. “As pessoas me perguntam se eu tomei remédio e eu digo que tomei um remédio chamado ‘vergonha engarrafada’”, brinca.

Agora, um ano depois e 20 kg a menos na balança, ela acredita que a mudança foi definitiva. “Não quero mais aquela vida que tinha. Vou continuar na luta para me manter saudável”, conclui.

Na academia, ela faz exercícios 3 vezes por semana, alternando entre aeróbicos e musculação (Foto: Arquivo pessoal)Na academia, ela faz exercícios 3 vezes por semana, alternando entre aeróbicos e musculação (Foto: Arquivo pessoal)
Melhor visualizado 1024x768